ISSO PODE SALVAR VIDAS! SUPERFÍCIES BACTERIOSTÁTICAS e DESINFETANTES RÁPIDOS

de / quarta-feira, 14 setembro 2016 / Publicado emArtigos, Mais Acessados

Devido à grande importância desse assunto, vamos republicar esse artigo.

O nome pode ser comprido, mas o significado é fácil de entender: superfícies bacteriostáticas são aquelas que matam bactérias. Imagine qualquer tipo de superfície – chão, paredes, maçanetas, embalagens, mesas e cadeiras – tudo isso coberto por uma camada invisível de um produto que, aos poucos, mata a bactéria que ali vier a encostar. Parece algo futurístico ou de outro mundo, mas não é. É tecnologia!

Ser uma superfície bacteriostática consiste na aplicação, ainda na fabricação, de cobre ou prata na forma final, ou seja, o fabricante acrescenta um desses metais sobre a superfície do seu produto com o intuito de evitar a proliferação de microrganismos nele. Por exemplo, uma fábrica de pisos que acrescenta o cobre para que esses contribuam para um chão livre da proliferação de bactérias, ou um fabricante de vasilhas plásticas para conservação de alimentos que acrescenta a prata para que essa vasilha mantenha o alimento fresco por mais tempo.

Seguramente, você já pensou o quanto essa tecnologia é fantástica para o ambiente hospitalar, afinal, nada deve ser mais livre de bactérias do que as superfícies de um hospital: as superfícies de um centro cirúrgico, as mesas onde são depositados os utensílios utilizados em intervenções, as maçanetas das portas…contudo, as superfícies bacteriostáticas não são, ainda, a solução definitiva para esses locais que lutam, 24 horas por dia, contra as infecções, isso porque estudos quanto a utilização do cobre nessas condições mostraram que existe um tempo longo para que a eliminação das bactérias ocorra, ou seja, ela não é imediata, como ocorre com a utilização de um desinfetante hospitalar potente. E sabemos que, em se tratando de um hospital, não existe mais que alguns minutos disponíveis para que uma completa higienização ocorra.

E para eliminação rápida e eficaz das bactérias em superfícies hospitalares, nada se compara ao Optigerm Pronto Uso, desinfetante utilizado contra bactérias multi resistentes, que limpa e desinfeta as superfícies dos locais mais críticos, como UTIs e centros cirúrgicos, em apenas 1 MINUTO! A maioria demora, pelo menos, de 5 a 10 minutos. E quem disse que uma emergência pode dar-se ao luxo de esperar 10 minutos?

 

 

 

Não podemos negar que as superfícies bacteriostáticas são uma promessa que nos anima quanto ao combate das infecções, mas mesmo elas necessitam de limpeza com desinfetante, já que as camadas de sujeira ou qualquer outro resíduo acabam por diminuir sua eficácia na eliminação das bactérias. Contudo, as pesquisas que mostram a potencialidade do cobre e da prata no combate aos microrganismos já está movimentando o mercado desses metais, especialmente do cobre. Até existe uma startup brasileira que está exportando essa tecnologia para a China de modo pioneiro.

 

 

 

 

Nossa luta contra as infecções parece não terminar, mas essa aparente “guerra perdida” está movimentando cientistas e o mercado como nunca, e, agora, com a nova onda da sustentabilidade, podemos ter certeza que qualquer novidade será benéfica para a nossa saúde e também para o meio ambiente, o que não acontecia há algumas décadas. Mas, até que as superfícies bacteriostáticas sejam a solução definitiva para a eliminação das bactérias, confie na potência do Optigerm!

 

 

FONTES:

http://www.provida.ind.br/site/index.php/bacterias/boas-praticas/305-antimicrobiana.html

http://www.nanox.com.br/site/?p=232

Subir